Telefone: (+351) 219 154 600

Transmissor IR29

O detetor de gases transmissor IR29 utiliza tecnologia de infravermelhos para a prevenção de explosões em atmosferas contaminadas com gases ou vapores combustíveis.

Esta tecnologia tem vindo a ganhar importância. Isto deve-se à sua elevada fiabilidade e também porque podem ser utilizados quer para detetar gases isolados, quer para uma gama alargada de hidrocarbonetos.

Esta técnica baseia-se na utilização de um feixe IR com um determinado comprimento de onda. O feixe, após passar numa câmara onde se encontra o ar ambiente, é medido num recetor.

Na presença de hidrocarbonetos uma parte do feixe é absorvida, o que reduz sua intensidade. Esta atenuação é convertida num sinal diretamente proporcional à concentração do gás, o que permite determinar a percentagem do LIE – Limite Inferior de Explosividade, no ambiente.


Descrição

O detetor de gases transmissor IR29 utiliza tecnologia de última geração, classificação intrinsecamente segura ATEX II 1G Ex ia IIC T4 Ga C0158 aprovado para uso em zonas classificadas 0, com sistema compensação de temperatura, humidade e pressão, tecnologia medição patenteada IR (NDIR), concebido para permitir que a cabeça IR energizada possa ser substituída no seio de zonas classificadas, desenhado para facilitar a manutenção e serviço, com funcionalidades únicas para medição dos gases acima dos limites superiores da explosividade, não carecendo de Oxigénio para leitura em contraste com os sensores catalíticos para deteção de gases combustíveis, dos quais se distinguem também porque são imunes a vapores siliconizados ou ácido sulfídrico (H2S) aos quais é imune.

FUNCIONAMENTO NORMAL

Os transmissores IR utilizam normalmente 2 comprimentos de onda, um comprimento de onda para referência e outro para medição, com bandas muito estreitas. O espectro de absorção de muitos hidrocarbonetos situa-se no comprimento de onda dos 3,3 µm, mas são absorvidos também em comprimentos de onda adjacentes.
Em muitas aplicações não é particularmente importante saber qual o gás responsável pelos riscos de explosividade, mas é fundamental obterem-se alarmes precoces e fiáveis ao longo de uma banda alargada de medições dos hidrocarbonetos para se determinar o LIE – Limite Inferior de Explosividade –, sendo que alarmes falsos gerados a concentrações não criticas de gases singelos são totalmente inaceitáveis.

Estes requisitos não podem ser tratados com sistemas que operem apenas com dois comprimentos de onda.

TECNOLOGIA GFG PATENTEADA IR29

A tecnologia patenteada internacionalmente pela GfG usada nos Transmissores IR29 foi desenvolvida para resolver este problema. Os espelhos óticos revestidos a ouro do sensor dispõem de 2 emissores e até 4 elementos recetores com filtros óticos diferentes. Espelhos óticos revestidos com ouro puro numa microestrutura especificamente dimensionada e de grande precisão são usados sem separadores do feixe (pela primeira vez), o que permite reduzir as perdas de sinal em cerca de 50% e evitar totalmente a desvantagem física associada a um separador de feixe.

Os valores medidos pelos dois comprimentos de onda adicionais (4 comprimentos de onda no total) introduzem ganhos na deteção de gases isolados, aumentando a seletividade do transmissor e expurgando alarmes falsos. Apenas um sistema com 4 comprimentos de onda pode assegurar alarmes precoces e prevenir simultaneamente alarmes falsos.

INOVAÇÃO

O IR29 é o único transmissor de gases IR com tecnologia de feixe com 4 comprimentos de onda verdadeiramente intrinsecamente seguro existente no mercado, uma classificação que é essencial para instalação em processos industriais e industria mineira, a qual é conseguida recorrendo a uma barreira de segurança SB 1 e graças um conceito inovador patenteado internacionalmente.

COMPLETAMENTE SEGURO MESMO EM ZONAS 0

O IR29 é o primeiro transmissor de gases IR que pode também ser usado em zonas 0 e que permite que a sua manutenção ou mesmo substituição da cabeça do sensor sem mais despesas quando energizado.

APLICAÇÕES

Para aplicação universal, o IR29 é construído com uma caixa em aço inoxidável concebida para suportar os ambientes mais agressivos, independentemente se as condições são poeirentas ou expostas à chuva como acontece em áreas processuais ou de armazenagem, estações de resíduos, instalações de biogás, minas ou plataformas de petróleo.

BANCO DADOS INTERNO

Um banco de dados integrado regista todos os dados de medição mínimos/máximos, valores médios ponderados e eventos de alarme ocorridos nas últimas 24 horas, dados que podem ser também lidos no visor na perspetiva de uma tendência indicadora de 2 ou 8 horas.

O modo histograma pode ser selecionado para visualização permanente dos valores medidos, com atualização permanente.

VISOR GRÁFICO

Os valores medidos são mostrados no visor gráfico de alto contraste, podendo ser rodado 180º, se necessário, em função da instalação.

AUTO DIAGNÓSTICO

O uso de um µprocessador para processamento de sinal permite a sua compensação de forma sistemática em função das temperaturas, efeitos do envelhecimento e sujidades e também garantir que todas as funções relevantes para a segurança sejam continuamente monitorizadas através de procedimentos de auto-diagnóstico para que possa ser solicitada automaticamente qualquer intervenção técnica, se necessária. Os fatores interferentes quotidianos, tais como a acumulação de poeiras ou outras sujidades, são na sua totalidade quase que eliminados graças à sua conceção inovadora.

COMPENSAÇÃO DE PRESSÃO, HUMIDADE E TEMPERATURA DO SENSOR

A exatidão da medição dos sensores IR depende da pressão parcial e da pressão atmosférica e como tal flutuações climáticas ou pressões barométricas elevadas influenciam os resultados das medições. Para além disso o espectro de absorção da água sobrepõe-se praticamente à dos hidrocarbonetos na banda dos 2.7 a 3,3 µm, o que significa que a humidade do ar gera um sinal de medição idêntica à de um gás, uma sensibilidade cruzada de importância relevante em áreas quentes com elevado teor de humidade relativa.

O incremento da capacidade de absorção absoluta da água contida no ar não é linear em função da temperatura já que p.e. esta é absorvida 3 vezes mais a temperaturas de 40ºC do que a 20ºC, influência que só pode ser compensada se o teor atual da humidade no ar for conhecido. Para resolver esta questão técnica o IR29 pode ser equipado com um sensor de pressão e humidade para permitir a compensação.

SEGURANÇA MÁXIMA

O inovador visor permite gerar novos conceitos em termos de alarmes de segurança.

Visores locais e sinais podem ser extraídos diretamente do transmissor para gerarem alarmes precoces de riscos potenciais.

O visor, a jusante da barreira de segurança (SB1 D), permite a deteção de riscos fora zona classificada objeto da monitorização, para permitir reações imediatas on-site bem antes de se criarem situações perigosas.

PROTEÇÃO CONTRA POEIRAS

Um diafragma permeável a gases e repelente de água protege contra poeiras a zona onde se processa a absorção do transmissor. A proteção adicional contra impactos conferida pela sua robusta caixa em aço inox V4A evita quaisquer danos nos componentes eletrónicos. O diafragma pode ser limpo ou substituído em questão de minutos.

CONTROLOS REMOTOS

O transmissor IR29 não integra quaisquer elementos de controlo para efeitos de parametrização ou manutenção, o que impede alterações acidentais ou manipulações por pessoas não autorizadas. Todos os comandos do transmissor IR29 são feitos usando para o efeito um controlador remoto RC 2 com cabo ou RC 3 sem fios.

Adicione um comentário