Telefone: (+351) 219 154 600

Cabo Termosensor Deteção Linear

Este cabo termosensor deteção linear foi concebido para a deteção precoce de uma condição de incêndio e sobreaquecimento, em circunstâncias em que outros tipos de deteção não seriam viáveis, quer devido a condições ambientais adversas, quer pelos custos demasiado elevados.

É possível utilizar secções bastante longas deste cabo, mantendo este a capacidade de detetar pontos de aquecimento em secções muito curtas.

O cabo termosensor deteção linear pode ser utilizado em múltiplas aplicações, mas é especialmente apropriado para condições ambientais muito adversas, situações em que o acesso para manutenção é dificultado ou quando se pretenda reduzir custo de instalação, mantendo a deteção próxima do risco a proteger.

(1 avaliação de cliente)


Descrição

PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO CABO TERMOSENSOR DETEÇÃO LINEAR

Deteção precoce de ameaças a temperaturas muito abaixo da chama;

Conceção robusta para utilização em ambientes agressivos;

Facilidade de instalação – gama alargada de acessórios de fixação disponíveis;

Compatível com diversos controladores/interfaces;

Temperatura fixa de alarme;

Utilização também em áreas classificadas;

Conformidade com regulamentos industriais (p.ex. CEGB GDCD-187);

Gama alargada de aplicações.

PRINCÍPIOS

O cabo termosensor deteção linear é composto por dois fios condutores entrelaçados, revestidos por um polímero sensível ao calor.

Os condutores metálicos são constituídos por aço inoxidável. No exterior do cabo encontra-se uma manga protetora.

O princípio da deteção do calor (incêndio) baseia-se no facto de o polímero plastificar a uma temperatura específica.

A conceção do cabo faz com que os dois condutores se encontrem em tensão, ficando em contacto quando se atinge a temperatura característica do polímero. Isto origina um sinal de alarme que é transmitido ao módulo de monitorização associado a este cabo.

O cabo LHDC pode ser utilizado como um simples interruptor para operar um relé, etc. No entanto, na generalidade dos sistemas de deteção de incêndios requer-se que o circuito de deteção seja monitorizado para circuitos abertos (corte de linha) através de uma resistência de fim-de- linha e uma interface apropriada.

Também se encontram disponíveis equipamentos de monitorização mais sofisticados, que permitem discriminar e identificar uma área ou zona em alarme, com apenas um troço de cabo LHDC.

APLICAÇÕES

Túneis de cabos, Condutas & Mezzaninas;

Elevadores & Escadas/Passadeiras Rolantes;

Tanques de Armazenamento petroquímicos ;

Cabinas de Pintura & Outras salas de processos;

Correias de Transporte – Carvão, Madeira, Enxofre, Resíduos, etc.;

Tetos e Chão Falso & Sótãos;

Túneis Rodo & Ferroviários;

Reservatórios & Fossas;

Reatores nucleares;

Armazéns e salas refrigeradas;

Bastidores elétricos e de controlo;

Estanteria de armazéns de elevada altura;

Plataformas Petrolíferas;

Hottes;

Silos de cereais e Armazenamento agrícola;

Salas de máquinas;

Fugas de condutas de vapor & monitorização de temperatura;

Linhas de produção - Flanges, Válvulas & Bombas;

Salas de informática, junto a redes de cabos no interior do chão falso;

O cabo de deteção de calor linear é versátil, de tal forma que possibilita uma alternativa a detetores pontuais, para monitorização de áreas, podendo também ser montado na proximidade ou no próprio risco (objeto) a proteger (p.e.: tanques, máquinas, etc.).

É particularmente adequado a situações em que o ambiente seja demasiado agressivo para outras tecnologias de deteção. A sua baixa manutenção torna-o também adequado para locais de difícil acesso físico ou com riscos para a saúde.

O cabo pode ser instalado em zonas classificadas com risco de explosividade, através da utilização de Barreiras Zener de Segurança Intrínseca. Quando a área a monitorizar se encontre afastada do controlador, pode ser utilizado um cabo de interposição.

GAMA DE TEMPERATURAS

O cabo LHDC pode ser fornecido com diversas configurações construtivas que vão ao encontro de aplicações standard e específicas.

APROVAÇÃO UL

Arquivo UL N.º 24081 Homologado UTHV.

Review (1)

  1. Jorge António Pinto da Cruz

    Boa tarde,

    Sou técnico de análise de risco patrimonial da Fidelidade e estou interessado em obter mais informação sobre a deteção linear por cabosensor, nomeadamente, quanto ao requisitos técnicos de instalação e normas que podem ser utilizadas como referência.
    Fico aguardar a vossa resposta.
    Cumprimentos,
    Jorge Cruz

    • Gonçalo Sousa

      Olá,

      Muito obrigado pelo seu pedido de informação. Já enviamos para o colega desse departamento a sua questão para ser respondida diretamente. Com os melhores cumprimentos e votos de Boa Páscoa!

Adicione um comentário

Adicione um comentário